Arto-Artem

Técnica Mista (acrílico, 3D, tinta fluorescente que brilha no escuro e na luz negra, pérolas)

Díptico de 100 x 100 x 4 cm

2022


A arte ganha nas obras da artista uma conotação de permanente transformação, geralmente com movimentos ascensionais que aludem a um percurso que pode levar ao infinito por ser permanente e por permitir várias direções simultâneas, sem noções de certo ou de errado, mas de metamorfoses internas que resultam em gestos que apontam para um fazer que se alimenta de um constante indagar sobre o próprio papel de ser artista no mundo.
Oscar D’Ambrosio

Esta obra integra a exposição “De 22 a 22”, na Pinacoteca de Santos
@artrlha

Processo criativo (camuflagem) do díptico ARTO-ARTEM (2022), obra inédita feita exclusivamente para a exposição “de 22 a 22” da Artrilha @artrilha na Pinacoteca Benecdito Calixto em Santos @pinacotecabenedictocalixto

O foco principal do trabalho é acentuar a união e a fluidez de tramas energéticas (em todos os seus significados) dentro de uma camuflagem única sobre a importância da força da palavra arte (Artem em latim e Arto em Esperanto) e do número 22 (números que estilizados unem os painéis e formam 2 Seres, 2 corações, 2 símbolos do infinito). Uma linha diferenciada orgânica (brilha no escuro – vida eterna) atravessa e conecta passado, presente e futuro, fortalecendo a individualidade dentro da cumplicidade da humanidade da arte (preciosidade das pérolas).

Passo a passo do processo de criação

Detalhes Arto
Detalhe Artem