Ça plane pour moi…hou hou hou hou (2022)

Papel amarelo A3

Stylo, guache, permanent e liquid ink marker

O ponto inicial do trabalho é a música “ÇA PLANE POUR MOI”, de Plastic Bertrand, que pode ser acessada, inclusive com tradução da letra em português, em https://youtu.be/RYv5RDw8k-A. Os versos conduzem a um universo nonsense, em que o refrão (“Está tudo bem”) indicia que, na arte, tudo é permitido. A repetição da interjeição “hou” quatro vezes dialoga com a proposta da artista de que a obra seja vista dos quatro lados, assim como as quatro cores mencionadas nos versos da música, em um universo simbólico e conotativo que remete a uma atmosfera de multiplicação de visões não apenas do resultado plástico, mas de tudo aquilo que costumamos chamar de realidade. As formas orgânicas remetem a um universo microbiológico, e os traços brancos sugerem um coração, matriz do bombear da existência e, numa perspectiva romântica, sede das emoções.

Oscar D’Ambrosio