Coruja embrionária

6'000 Reais - Dimensão: 120 x 70 x 4 cm

Ano de produção: 2009

Técnica: acrílico

Dimensão: 120 x 70 x 4 cm

Pintada com tinta acrílica e 3D, esta obra (70 x 120 x 4 cm), no seu título e pelas imagens circulares que remetem aos olhos do animal, evoca elementos simbólicos importantes da ave, como a sua capacidade de enxergar na escuridão, vendo o que os outros não conseguem. É relacionada, portanto, ao mistério e à inteligência. As tonalidades luminosas do trabalho apontam para a sua capacidade de usar o conhecimento para tornar tudo resplandecente. Os olhos arregalados da célebre companheira na mitologia grega da deusa Atenas, da Justiça, indicam a onisciência. O fato de conseguir girar o pescoço em até 270º para observar o que está ao seu redor contribui para que seja considerada uma representante do conhecimento. As capacidades de visão e de audição das corujas as tornam exímias caçadoras e surgem na pintura por meio de formas que permitem as mais variadas interpretações, multiplicando a principal característica da arte: ser um embrião de pensamentos e de indagações.

Oscar D’Ambrosio